Você sabe quem é Philip Kotler? É um dos grandes teóricos do Marketing. Entre suas obras, está o livro Marketing 4.0. Segundo ele, antigamente havia uma ideia de que clientes eram infinitos. Bastava produzir e haveria alguém para consumir. Isso mudou: percebeu-se que fidelizar (manter) o cliente é mais barato e melhor. E sabe o que te ajuda a fazer isso? O CRM.

O CRM tem um poder incrível de fidelizar clientes. E é sobre isso que a Comunidade CRM vai falar hoje. Vamos lá?

Poder do CRM #1: Centralização

Com a evolução dos meios de comunicação e informação, o marketing deixou de ser feito apenas boca a boca. Hoje, para alcançar e ser encontrado pelos seus clientes, você tem à disposição a internet, sites, aplicativos de conversa, redes sociais, telefones, mídias tradicionais (como a televisão) e por aí vai.

Às vezes, é tanto canal e tanto cliente que fica difícil de identificar de onde um veio. Lembrar de uma resposta que se está devendo. Qual canal determinado cliente prefere. Qual traz mais retorno financeiro. E aí que mora um dos grandes poderes do CRM para fidelizar: em uma única ferramenta, você pode centralizar, senão todos, muitos desses canais.

Com as tecnologias de integração, é possível, por exemplo, responder clientes pelo WhatsApp e pelo Instagram em um só lugar.

Poder do CRM #2: Documentação

Tantos canais. E quanto à quantidade de informação? É tanto canal. Tanto contato com o cliente em momentos diferentes. Tantas conversas. De que adianta investir todo esse esforço para vender seu produto se no final a venda der errado? Não for concluída? Pois então, está aí outro problema que o CRM resolve: documentação de histórico de operações.

Com um CRM, é possível organizar um fluxo de trabalho inteligente que condiga com as operações da sua empresa. E aí, com as informações do cliente, é possível saber exatamente em qual etapa desse fluxo ele está. O que deve ser feito é registrar todo contato feito com o cliente na plataforma, inclusive com links, documentos etc.

Ligou? Registre. Conversou por uma rede social? Registre. O cliente interagiu com uma campanha de e-mails? Registre também

Poder #3: Colaboração

Com esses dois poderes anteriores, outra mágica acontece: colaboração. Agora, o processo de vendas já não depende apenas da boa memória de um único vendedor. Ele pode ser compartilhado por uma equipe inteira. Melhor ainda: pode haver colaboração entre diferentes equipes, como a de Marketing e de Vendas.

Todo colaborador que tiver acesso ao CRM e quiser entender uma negociação, pode fazer isso acessando os dados registrados na ferramenta. Basta consumir o histórico para entender onde a negociação se encontra.

Dessa maneira, mesmo que profissionais diferentes peguem o cliente (ex.: um do Marketing enviou um e-mail, foi respondido e um de Vendas fez uma ligação, depois o primeiro novamente uma apresentação etc.), o processo será mantido.

E por hoje a Comunidade CRM encerra a publicação. Entendeu como os poderes dessa ferramenta podem ajudá-lo a fidelizar clientes? Qualquer coisa, estamos à disposição. Agora, arrasta a tela um pouco para baixo e inscreva-se em nosso newsletter para receber mais conteúdos como esse!

0 Shares:
Você também pode gostar